quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

ZAQUEU, O PUBLICANO



ZAQUEU, O PUBLICANO
(Lucas 19:1-10)

E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a um sicômoro para o ver; porque havia de passar por ali. E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente. E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.

Zaqueu era rico e chefe dos cobradores de imposto, ou seja, hoje em dia seria o diretor da repartição. Por ele ser baixinho subiu numa árvore para ver Jesus. Quando Jesus passou perto de onde ele estava, olhou para ele e o chamou pelo nome, intimando-o a recebê-lo em sua casa. Zaqueu não conhecia Jesus, só tinha ouvido falar dele, mas Jesus o chamou pelo seu nome. Zaqueu recebeu-o alegremente e demonstrou que a partir daquele dia a sua vida mudaria, doando a metade dos seus bens e prometendo cumprir a lei caso tivesse defraudado alguém. As pessoas que testemunharam esse fato murmuraram falando mal de Zaqueu. Isso também acontece quando alguém aceita Jesus e passa a ser um evangélico, dizem: “Sempre foi um pecador e agora quer dar uma de crente!”
Mas o princípio do Evangelho é este: Arrependimento, perdão e mudança de vida.

Deus abençoe,
R. S. Chaves





Nenhum comentário:

Postar um comentário