sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

A MALDIÇÃO DE MICA



A MALDIÇÃO DE MICA


E HAVIA um homem da montanha de Efraim, cujo nome era Mica. O qual disse à sua mãe: As mil e cem moedas de prata que te foram tiradas, por cuja causa lançaste maldições, e de que também me falaste, eis que esse dinheiro está comigo; eu o tomei. Então lhe disse sua mãe: Bendito do SENHOR seja meu filho. Assim restituiu as mil e cem moedas de prata à sua mãe; porém sua mãe disse: Inteiramente tenho dedicado este dinheiro da minha mão ao SENHOR, para meu filho fazer uma imagem de escultura e uma de fundição; de sorte que agora to tornarei a dar. Porém ele restituiu aquele dinheiro à sua mãe; e sua mãe tomou duzentas moedas de prata, e as deu ao ourives, o qual fez delas uma imagem de escultura e uma de fundição, que ficaram em casa de Mica. E teve este homem, Mica, uma casa de deuses; e fez um éfode e terafins, e consagrou um de seus filhos, para que lhe fosse por sacerdote. Naqueles dias não havia rei em Israel; cada um fazia o que parecia bem aos seus olhos. (Jz. 17:1-6)

Mica havia tirado o dinheiro de sua mãe, entretanto ficou receoso quando ela proferiu maldições, então devolveu-lhe o dinheiro e ela retirou as maldições proferidas (quando o abençoou); Depois ela pegou o dinheiro e mandou fazer uma imagem de escultura doando assim ao seu filho. Ao fazer isto ela presenteou seu filho com maldição, pois imagens de escultura são anátema. Ele escapou das maldições proferidas e caiu na maldição da idolatria.

Deus abençoe,
R. S. Chaves






Nenhum comentário:

Postar um comentário